Influências?




Alguns dias atrás me peguei pensando no que eu poderia fazer “hoje”.

Bem, podemos fazer muitas coisas em nossos corridos dias nesta vida, mas o que de significante podemos fazer, principalmente para o Senhor e para nosso próximo.
Estamos em uma sociedade extremamente egoísta e centralizada na pessoa que somos nós. Viver nesta correria frenética significa nos curvarmos a tudo que está sendo vomitado em nossas cabeças por uma televisão parcial e por um modelo de vida corrompido pelas dramaturgias.
O que podemos fazer então?
Minha ânsia nesta vida é por ser autêntico. Ser quem eu sou sem ter que me influenciar pelas tendências focadas de uma moda e de um sistema de valores que vão contra a palavra de Deus.
O que fazer?
Deus não anseia por clones de pessoas, Ele está à procura de pessoas autênticas e que se sintam bem como são. Deus tem nos criado como pessoas únicas neste mundo como uma vida para darmos a Ele. Quando deixamos esta posição em que estamos e passamos a nos moldar segundo os costumes deste mundo começamos então a criar uma vida paralela àquela que Ele estava planejando para nós.
Quando Jesus disse que o Pai procura verdadeiros adoradores, uma das coisas no “verdadeiros” é a autenticidade de cada um de nós diante d’Ele.
A vida que você vive hoje pode ser uma vida que está inteiramente ligada a este mundo ou ligada à vontade de Deus, no que se refere ao ser e ao fazer.
Seja alguém em quem Ele pode confiar inteiramente, alguém que responde ao chamado de verdadeiros adoradores, alguém que sabe se colocar na hora e no momento certo, alguém que vive para tocar o coração d’Ele.
Faça o que você puder fazer hoje para que a sua vida seja um exemplo de boas obras e fé diante dos homens; “assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que eles vejam as vossas boas obras e glorifiquem a Deus que está nos céus...” MT 5:16.
Então, creio que a resposta para a minha primeira indagação é está, deixar a luz de Cristo brilhar para que as pessoas glorifiquem a Deus através de uma vida autêntica...
Faça isto!




Dimitri Juliano
Protestando

Comentários

Charles disse…
Realmente estamos vivendo num mundo de total mentira, e a saída pra isso tudo eh sermos sinceros diante do Pai e da humanidade, sermos quem verdadeiramente somos...melancólicos, snguíneos...a cada dia tomando nossa cruz para sermos moldados pelo Pai, ate que Cristo seja formado em nós, para sermos digno dEle...pois eh realmente la que ele nos encontra de verdade, quando nós negamos nós...rsrs

"Um cristão verdadeiro é uma pessoa estranha em todos os sentidos. Ele sente um amor supremo por alguém que ele nunca viu; conversa familiarmente todos os dias com alguém que não pode ver; espera ir para o céu pelos méritos de outro; esvazia-se para que possa estar cheio; admite estar errado para que posa ser declarado certo; desce para que possa ir para o alto; é mais forte quando ele é mais fraco; é mais rico quando é mais pobre; mais feliz quando se sente o pior. Ele morre para que possa viver; renuncia para que possa ter; doa para que possa manter; vê o invisível, ouve o inaudível e conhece o que excede todo o entendimento" (A. W. Tozer)"
busquesantidade disse…
Penso Dimitri, que o passar pela fase dos arrepios e coisa e tal, é o leitinho que o Senhor dá aqueles que estão começando. Sabe tipo assim: pescar o peixe primeiro? Jesus sempre dá um jeitinho de entrar em nossas vidas e qualquer brecha Ele preenche e entra mesmo. O que não devería acontecer é ficarmos no leite espiritual, na papinha, mas buscarmos alimentos mais sólidos, e isto nem sempre acontece conosco. Sempre queremos ser tratados na boquinha, como nenes, né mesmo? Mas o Senhor respeita o tempo e a maturidade de cada um de seus filhos e no tempo OPORTUNO ELE agirá com certeza. Nada a temer, o Senhor se preocupa muito com a salvação de todas as almas, não somente de algumas. Nós que tentamos o alimento mais sólido: o jejum, a oração, a leitura da Palavra e o tentarmos vive-la, seremos o exemplo para os nenes, assim espero. Abraço fraterno. Lourdes Dias.
busquesantidade disse…
Do que é feita sua religião. Meu comentário foi sobre este texto e não sobre influências. Errei. Perdoe-me. Abraço. Lourdes Dias

Postagens mais visitadas deste blog

Dimitri Juliano - #DeixeQueimar